Sempre um ReComeço

É com a maior honra, o maior orgulho e um prazer neuroeficientemente incrível que começo a partilhar este espaço Bom pra Cuca Edu com uma amiga e parceira, a educadora de alma Valéria Ramalho.

Nosso trabalho começou em uma orientação monográfica e se estendeu para muitos papos, ideias e ações.

Aprendemos e crescemos...e aqui estamos.

E nesse ano letivo que logo ReComeça, que cada um de nós seja capaz de ReComeçar melhor!!!

Só para você conhecer mais da Val, espie aqui....

E para você se encantar com a visão de mundo que ela não só diz, como faz....espie o post de hoje!

Sintam-se enlaçados....

Beijos, Dani

E chega o final do ano... aquela pausa... um momento para repor as energias...... e no retorno... não falta aquele gás quando voltamos ... muitos planos e ideias.

Um novo ano letivo se inicia e começamos com os preparativos ... cada detalhe para receber as crianças pensado nos mínimos detalhes, planejamento, a rotina, os espaços, as nossas ferramentas tão valiosas... as atividades. Sem contar aquelas que são tirada da manga do paletó, naquelas situações onde todos os nossos recursos se esgotaram.

E chega o grande dia de conhecê-los ... um a um eles vão chegando...

Têm aqueles que chegam com olhinhos atentos a cada movimento, atividade, aquela ansiedade ou aquele friozinho na barriga. Uma vontade de chorar... de ir embora... aquele sorrizinho tímido...

Outros tão animados, que parecem já conhecer aquele espaço, sem ao menos terem passado por ali antes. Exploram tudo pela frente. Querem aproveitar cada segundo, cada atividade!

Sem contar aqueles que já conhecem cada cantinho da escola e também nos dão aquela forcinha com os novos, onde o simples: Olá! Vamos brincar! Parece ser mágico para alguns. Coisa que às vezes não conseguimos e eles conseguem na maior facilidade : ( . Uma dica: não dispense essa ajudinha tão especial.

E pensa que a ansiedade é só do lado dos pequenos. Engana-se! É também de quem cuida deles, os pais... te olham atentos à cada gestos seu, sua forma de falar e lidar com as situações e que muitas vezes põe à prova toda sua “didática” pra lidar com as mais diversas situações.

... este é o momento de criar vínculos, tanto com as crianças, como com os pais (que podem ser fortes aliados) e que poderão se tornar tão incríveis que, ao chegar ao final do ano, a memória ficará cheia de momentos e histórias inesquecíveis... o momento dos encontros, com cada um, reconhecendo-os em sua individualidade e que apesar de parecer um momento igual ao dos anos anteriores, são novos jeitos de ser, querer, saber e conviver...

E perceber esses momentos como únicos e recheá-los de cuidado, no sentido de ter um olhar atento ao que cada um tem de potencial, é a chave para um começo incrível... não que eles sejam livres dos desafios, e terão muitos, mas serão a base para cada momento que nos coloque à prova todo nosso conhecimento e habilidade para resolver as situações de forma mais eficiente.

Momento de ouvir e ser ouvido. Momento de acolher e ser acolhido. Momentos de conviver para aprender. É como se criássemos um laço ... e me lembro da poesia de Maria Beatriz Marinho dos Anjos:

"O Laço e o Abraço​​

Meu Deus, como é engraçado! Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... Uma fita dando voltas? Se enrosca... Mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: Está dado o abraço. É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço. É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço. E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando devagarinho desmancha, desfaz o abraço. Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido. E na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço. Ah! Então é assim o amor, a amizade, tudo que é sentimento, como um pedaço de fita? Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço. Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade. E quando alguém briga, então se diz - romperam-se os laços. E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço. Então o amor é isso... Não prende, não escraviza, não aperta, não sufoca. Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço."

E que você possa fazer muitos laços neste ano letivo!

Valéria Ramalho

#crianças #educação #neurodesenvolvimento #desenvolvimento #educadores

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 by BOM PRA CUCA. Todos os direitos reservados